O EU DENOTATIVO E O EU CONOTATIVO

Sabemos que denotação na linguagem é a formal literal do significado de uma expressão, e a conotação é o sentido figurado de uma expressão. Aqui, abordaremos estes termos em uma visão psicológica, pois falaremos do eu em duas dimensões: a denotativa e conotativa. Isso em uma dimensão psicanalítica. Na psicanálise, falamos dos conteúdos manifestos e […]

Read More →

TRATAMENTO PSICANALÍTICO: CAMINHO DE RESSIGNIFICAÇÃO DO EU

Quem sou eu? Essa pergunta, em uma perspectiva de introspecção, é uma das perguntas pilares das reflexões filosóficas dos indivíduos em seus estágios de desejo de autoconhecimento. Na verdade, todos os indivíduos, normais, questionam-se sobre quem eles são na perspectiva individual. Buscamos uma resposta pronta, mas nem sempre a encontramos. E mesmo que tentemos nos […]

Read More →

A METAMORFOSE DA MENTE: O FRUTO DO AUTOCONHECIMENTO

“Uma pessoa que não se conhece é como um ser que não passou pela necessária metamorfose que lhe é tão necessária para ser quem realmente ele é.” Podemos dizer, simbolicamente, que o autoconhecimento é um processo vivido de duas maneiras básicas: a “encontrada”, é como alguém que encontra uma mina de pedras preciosas e cava […]

Read More →

O QUE É UM AMBIENTE CONFORTÁVEL PSIQUICAMENTE FALANDO?

Falamos, hoje, muito sobre qualidade de vida e atrelamos a esta um ambiente confortável. Mas como se configura este ambiente? Podemos falar sobre os aspectos físicos e psíquicos, mas, aqui, trataremos mais das questões psíquicas. Para que um ambiente seja psiquicamente confortável vai depender predominantemente das predisposições psíquicas de cada indivíduo, isso segundo os ensinamentos […]

Read More →

A PSICANÁLISE COMO INSTRUMENTO QUALITATIVO PARA O AUTOCONHECIMENTO

Pensar em Psicanálise é pensar em algo que pode trazer promessas promissoras para a resolução de conflitos interiores. Para resolver conflitos é necessário conhecê-los. Os conflitos interiores de um sujeito, quando identificados, traz consigo um contexto, um ambiente de sentimentos e lembranças sob o viés da subjetividade do sujeito analisado. E o autoconhecer-se é a […]

Read More →

PORTAS ABERTAS DA INFÂNCIA NO ADULTO QUE NECESSITAM SEREM FECHADAS

Que é verdade que em cada adulto há uma criança, isto é incontestável. Mas como se encontra essa criança: ela está bem; está se sentindo solitária; está marcada por atos de violência; tem conflitos pequenos, médios, “grandes” que necessitam serem resolvidos? O título deste texto nos dar, em forma simbólica, a imagem de portas que […]

Read More →